Ministro decide afastamento de Renan Calheiros da presidência do senado

Por:

Hernany Bezerra

Em decisão liminar proferida em uma ação ajuizada pelo Partido Rede Sustentabilidade, o Ministro do STF Marco Aurélio de Mello determinou nesta segunda feira (5) o afastamento do Senador Renan Calheiros da presidência do Senado Federal.

Renan se tornou réu na semana passado em decisão proferida pelo plenário do STF pelo crime de peculato, previsto no artigo 312 do Código Penal Brasileiro.

Em virtude da decisão da Suprema Corte, o Partido Rede de Sustentabilidade requereu o afastamento do presidente por meio de um processo que teve como relator o Ministro Marco Aurélio de Mello.

Ao analisar o pedido, o ministro decidiu liminarmente (decisão provisória) o afastamento de Renan Calheiros que será notificado oficialmente da decisão nesta terça feira(6).

Com esta decisão em vigor, assumirá a presidência o atual vice-presidente da casa, Senador do PT Jorge Viana.

Com essa decisão vivemos o desenrolar de mais uma  fase de um  jogo cujo enredo é uma história de terror  vivida por nós brasileiros.

Para quem tem o mínimo de inteligência não é difícil entender a movimentação das peças deste jogo, movimentações estas feitas por pessoas sem escrúpulos, trabalhando por interesses espúrios de instituições criminosas que certamente não representam o interesse do povo brasileiro.

Deixe o seu comentário!

Mais Lidas